Ferramentas de Projeto Técnicas e ferramentas úteis Conjunto de técnicas e ferramentas que podem ser aplicadas ao longo do projeto

Ferramentas disponíveis

Ao longo de um projeto, do seu início à sua conclusão, é possível separar alguns momentos onde certas atividades são centrais. Todo projeto passa por um momento onde entender e enquadrar bem aquilo que está sendo enfrentado é a questão principal; um momento onde é necessário formular ideias e alternativas; um momento onde construímos essas ideias e verificamos se são realmente adequadas. Na metodologia Projetão trabalhamos com projetos de inovação, o que inclui mais um elemento que precisa ser considerado nestes momentos.

As formas e instrumentos para se responder às questões pungentes em cada um desses momentos são muito amplos, e podem, inclusive, serem inventados durante o projeto apenas para responder as necessidades identificadas. Muitas das ferramentas de projeto são criadas exatamente assim, como um experimento desenvolvido para encontrar respostas a situações encontradas durante algum projeto. Ainda que elaborar novos instrumentos e ferramentas possa ser uma iniciativa útil, de maneira geral não há tempo para propor este tipo de experimento, e os projetistas acabam recorrendo a técnicas e ferramentas já consagradas para auxiliá-los em sua tarefa.

Aqui você encontrará uma seleção de técnicas e ferramentas projetuais organizadas para 4 aspectos distintos do trabalho projetual: estratégia, observação, criação e prototipagem:

Observação Um conjunto de técnicas destinadas ao momento de observação, levantamento, análise e enquadramento de aspectos e requisitos durante um projeto.

Estratégia Um conjunto de técnicas destinadas a traçar estratégias, identificar questões e requisitos críticos ao projeto, e posicionamento da solução.

Criação Um conjunto de técnicas destinadas a auxiliar no processo criativo e nas atividades de ideação necessárias ao longo do projeto.

Prototipagem Um conjunto de técnicas destinadas a auxiliar no processo de conformação e materialização das ideias em algo tangível, de forma que possam ser testadas e avaliadas.

universidade
federal de pernambuco
instituto de educação
para inovação